Open Close
paulicon

INSTITUTO PAULISTA DO TRANSPORTE DE CARGAS É LANÇADO EM SÃO PAULO

Informativo ABTLP

Sob a bandeira de “servir com conhecimento e transparência o Transporte Rodoviário de Cargas por meio de serviços que contribuam com o avanço tecnológico, a inovação do setor e o abastecimento urbano”, foi lançado nessa terça-feira (24), em evento realizado na cidade de São Paulo, o Instituto Paulista do Transporte de Cargas (IPTC).

Apresentado pelo SETCESP (Sindicato da Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e Região), na figura de seu Presidente Tayguara Helou, o Instituto surge com a intenção de promover estudos e pesquisas voltados ao TRC, buscando tornar-se um centro de excelência para coleta e distribuição de informações e soluções do TRC n a região de São Paulo.

Para Tayguara, o Instituto será de extrema importância, não apenas para as empresas de transporte, mas também para todos os segmentos da modalidade, como transportadores autônomos. “Quando discutimos mobilidade e abastecimento urbano, temos que olhar para todos os setores do TRC, pois todos são agentes, que estão diretamente relacionados. Eu acho muito interessante, pois o IPTC irá gerar conteúdo e compartilhar dados e informações de forma técnica e fundamentada com todos”.

Apesar de, em um primeiro momento, o IPTC ter como área de atuação a região metropolitana de São Paulo, Tayguara acredita que o trabalho executado pelo Instituto pode e deve ser expandido para outras áreas. “Eu acredito que o IPTC não tenha que se limitar a sua grande região metropolitana de São Paulo. Na verdade, temos que olhar a nossa região e utilizar esses “cases” para levarmos para outras regiões. Precisamos lembrar que somos transportadores, operamos em outras grandes regiões pelo Brasil afora, e queremos as melhorias nesses locais também. Por que não contribuir com as nossas entidades parceiras que temos espalhadas pelo Brasil todo? ”, finalizou Tayguara.

instituto paulista do transporte de cargas - evento de lancamento

No evento, foi apresentado também o Diretor Executivo do Instituto, Fernando Zingler, que aproveitou a oportunidade para ressaltar a importância do setor, e como o Instituto poderá atuar em prol do TRC. “O TRC tem uma importância fundamental para a cidade, com o abastecimento urbano, distribuição de mercadorias e equipamentos, e que muitas vezes ela não é levada em conta na hora do planejamento da mobilidade urbana”. “O IPTC foi criado par dar um embasamento técnico, e um olhar mais detalhado para o Transporte Rodoviário de Cargas, olhando também as deficiências que temos hoje no TRC, e qual a melhor maneira de resolvermos esses problemas que temos no setor hoje”.

Zingler aproveitou a oportunidade para explicar que o IPTC nasce, também, com a intenção de se tornar um ponto chave na junção de informações entre as entidades. “O Instituto também foi criado para funcionar como um centro de informações, pois temos muitos dados estatísticos gerados por diferentes entidades, e muitas vezes esses dados não conversam entre si. Então o IPTC também foi concebido para ser uma fonte, onde esses dados estarão agrupados, para termos um entendimento mais profundo de como funciona o TRC”, finalizou Zingler.

Na sequência da apresentação, foram apresentados os primeiros números gerados pelo IPTC, como um levantamento acerca das multas de transito com relação aos veículos de cargas por toda a região, onde foi identificado que boa parte das infrações verificadas, são relacionadas ao rodízio de veículos.

Além da apresentação do Instituto, o evento contou também com a lembrança do aniversário de fundação do SETCESP, que completará no próximo dia 26, 81 anos. Para isso, foram chamados ao palco, dois dos ex-presidentes vivos da casa: Urubatan Helou, Presidente no período de 2004 a 2006 e Manoel Sousa Lima Junior, Presidente entre 2013 e 2015.

Fonte: NTC&Logística

Ainda não há comentário.

Publique o seu comentário

Comment form

Todos os campos marcados (*) são obrigatórios.